ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Assis amplia atendimento do PSF e resultados apontam para uma “nova saúde”

Sexta-feira, 27 de junho de 2014

Visualizada 672 vezes


Da Assessoria

 

Desde que o Programa Saúde da Família (PSF) surgiu em 1994, criado pelo Ministério da Saúde, muitas ações voltadas à prática da prevenção começaram a ser difundidas em todo o Brasil. Quando o Ministério da Saúde lançou o programa, o PSF passou a ser uma política nacional de atenção básica, com caráter organizativo e substitutivo, fazendo frente ao modelo tradicional de assistência primária baseada em profissionais médicos especialistas focais. Com a expansão do Programa Saúde da Família, que se consolidou como estratégia prioritária para a reorganização da Atenção Básica no Brasil, o governo emitiu a Portaria Nº 648, de 28 de Março de 2006, onde ficava estabelecido que o PSF é a estratégia prioritária do Ministério da Saúde para organizar a Atenção Básica, sendo chamado também como “Estratégia de Saúde da Família”, onde a família passa a ser o objeto de atenção, no ambiente em que vive, permitindo uma compreensão ampliada do processo saúde/doença

Em Assis Chateaubriand, o Programa também começou a ser desenvolvido quando foi criando a nível nacional, mas há alguns meses, através de um pedido do prefeito Marcel Micheletto, o PSF tem se tornando prioridade na pasta do Secretário Marcos Linartevis. O secretário, que assumiu a pasta ainda no ano passado, disse que uma de suas preocupações desde que assumiu a secretaria de Saúde era trabalhar a prevenção. “Hoje, só vejo uma forma de trabalhar com as famílias a prevenção das doenças, através do programa ‘Estratégia de Saúde da Família’, onde através do agente de Saúde, visitamos as casas e diagnosticamos exatamente o que cada casa/paciente precisa”, afirmou.

A Atenção básica é um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde. É a porta de entrada do sistema de saúde e se articula com os outros níveis de atenção.

 

Assis

Atualmente em Assis Chateaubriand existem quatro equipes do PSF montadas e trabalhando. “Cada equipe da Saúde atende até quatro mil pessoas e cada equipe é formada por um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e de quatro a seis agentes comunitárias de saúde, que vão de casa em casa visitar os moradores. Além disso, os casos que as agentes detectarem uma pessoa acamada ou necessitada, elas encaminham para o médio responsável da equipe, que fará a visita domiciliar”, afirmou Marcos.

De acordo com a médica cubana Maria Magdalena, que está em Assis desde março e atua pelo programa “Mais Médico”, do Governo Federal, as visitas domiciliar representam muito para os moradores. “Sabemos que muitos pacientes não têm condições de sair de casa para ser atendidos no Posto de Saúde, por problemas muitas vezes acometidos pela própria doença. Com essa Estratégia conseguimos atender melhor os que mais necessitam, além de ser uma forma de diagnosticar melhor a doença, através da observação do meio em que essa pessoa vive, as condições de higiene, o uso correto da medicação, enfim, conseguimos verificar in loco esse paciente, através  do trabalho que as agentes comunitários realizam nas visitas”. Para a médica cubana, que já atuou cinco anos na Venezuela, esse é o objetivo da medicina, ir aonde está os mais necessitados. “Na medicina aprendemos que devemos estar à serviço de todos, portanto, faço essas visitas com maior alegria, pois sei que esses pacientes precisam muito de nós”. Magdalena destacou ainda que as doenças que mais acometem os brasileiros são as doenças mentais. “O brasileiro tem muitas patologias ligadas à depressão, ansiedade, enfim, problemas mentais, decorrente do estresse do dia a dia, por isso precisamos trabalhar mais essa questão, as causas, porque as pessoas vivem estressada, enfim, estudar o meio, e é graças ao trabalho das agentes que nós conseguimos diagnosticar isso”.

 Para os pacientes, é o fim de um antigo problema. “Antigamente não tínhamos condições de ir ao médico, agora eles vem até nós, isso ajuda muito”, afirmou uma paciente acamada.

 

‘Nova Saúde’

O grande desafio do município está em fazer com que os pacientes sejam atendidos em suas respectivas áreas, sem precisar se deslocar ao Cisp ou Posto de Saúde central desnecessariamente. De acordo com a enfermeira Sílvia Veiga, atualmente alguns bairros apenas estão assistidos. “Hoje temos uma equipe que atende a área do Jussara e Panorama, outra os Jardins Araçá, Sheila, Itaipu, Morada do Sol e Carolina.Já as outras duas atende os distritos, o Jardim Progresso e dentro do Jardim os dois lados da Avenida Tupãssi. Além das visitas das agentes, da visita dos médicos nas residências dos que necessitam, realizamos ainda um trabalho preventivo junto aos bairros, onde nas associações de moradores são realizadas consultas médicas, como na Associação do AMAUJUP, que duas vezes por semana o médico Jonas realiza a consulta no próprio bairro, fazendo que assim, as pessoas não precisam mais se deslocar até o Posto Central. Além disso, realizamos ainda palestras, orientações nas escolas, através da prevenção das doenças”.

Para o secretário Marcos, essa ‘nova saúde’ demanda “acolher as pessoas com humanização promovendo as políticas de saúde pública, de forma a cuidar para que as pessoas não adoecem, zelando pela valorização dos colaboradores em um processo de melhoria continuada”.

O programa PSF tem como fundamento possibilitar o acesso universal e contínuo aos serviços de saúde de qualidade, reafirmando os princípios básicos do SUS: universalização, equidade, descentralização, integralidade e participação da comunidade, mediante o cadastramento e a vinculação dos usuários.

Para o prefeito Marcel, Assis está dando um grande salto. “Com essa nova gestão do secretário Marcos e com q efetivação do Programa, sem dúvida alguma estamos promovendo mais saúde e qualidade de vida aos nossos habitantes. Num curto espaço de tempo estaremos também contemplado os moradores do Jardim Cristo Rei com uma Unidade de Saúde, o que dará mais conforto ainda aos moradores daquela localidade. Nosso objetivo é fazer da saúde pública de Assis, modelo na região”, concluiu.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 12:00 - 13:30 às 17:30. CANAL DE ATENDIMENTO: Disque 156!

Última atualização do site:   //