ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Da Assessoria A secretaria de Assistência

Segunda-feira, 18 de maio de 2015

Visualizada 210 vezes


Da Assessoria

A secretaria de Assistência Social de Assis Chateaubriand, em parceria com a secretaria de Educação e Cultura, realizou nessa segunda-feira (18) uma passeata em alusão ao Dia 18 de Maio – Dia Nacional de Combate a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. A passeata reuniu cerca de 360 alunos da rede municipal de ensino de Assis Chateaubriand e se concentrou na Avenida Tupãssi, entre a Paróquia São Francisco de Assis e a Ilha Revistaria.
De acordo com a secretaria de Assistência Social, Franciane Micheletto, a passeata abre a programação especial que abrange ainda palestras e adesivos. “Quero agradecer a parceria com a secretaria de Educação, através das diretoras que estão fazendo os convites aos pais para participar das palestras que acontecem dia 19, 21,27 e 28 de maio e que terá a participação do promotor Dr. Sérgio Segurado”, afirmou.
A intenção do 18de maio é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores da violência sexual contra a população infanto juvenil.
Após a passeata, houve um ato público, em Assis, em frente à Ilha Revistaria e envolveu todos os parceiros na campanha: a secretária de Assistência Social, Franciane Micheletto, a secretária de Governo, Marlene Coleto Lopes, os vereadores Cesinha Lulu e Madalena Rech, coordenador do CREAS, Roberto Cosme, Conselheiros Tutelares, diretores municipais e ainda os alunos e a comunidade chateaubriandese.
O coordenador do CREAS, Roberto Cosme destacou na oportunidade também a função do CREAS já que este é o equipamento responsável por fazer o acompanhamento à criança abusada sexualmente. “O caso Araceli que aconteceu há quase 40 anos no Brasil, desperta ainda hoje para discussões como essa do abuso sexual. Só em 2014 tivemos registrados em Assis 42 casos de abuso, número alto para o município. Por isso que chamamos a atenção de todos os pais para essa situação que muitas vezes acaba acontecendo dentro de casa, dentro da família e as pessoas mais envolvidas acabam nem percebendo. Uma série de palestras nessa semana e na próxima pretende esclarecer e dar mais ênfase ainda à campanha”, disse.

“Caso Araceli”
No dia 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espírito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há quase 40 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.

Disque 100
No Brasil o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes.
O Disque 100 funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 12:00 - 13:30 às 17:30. CANAL DE ATENDIMENTO: Disque 156!

Última atualização do site:   //