Secretária de Estado da Saúde- SESA desenvolve projeto piloto para controle de escorpiões no cemitério de Assis Chateaubriand

Sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Última Modificação: 25/02/2022 15:30:51 | Visualizada 368 vezes


Ouvir matéria

Secretária de Estado da Saúde- SESA desenvolve projeto piloto para controle de escorpiões no cemitério de Assis Chateaubriand

Foi iniciado nesta semana no cemitério municipal Jardim da Paz em Assis Chateaubriand, um projeto piloto para o controle de escorpiões. Não é segredo para ninguém que várias ações foram realizadas no Campo Santo e sempre são encontrados inúmeros escorpiões. O projeto foi proposto para avaliar o impacto de quais ações de manutenção no entorno dos jazigos terão maior efeito sobre a diminuição da população de escorpiões dentro do cemitério, e assim poder auxiliar também outros municípios com os resultados alcançados aqui em Assis Chateaubriand.

Diante do cenário a Secretaria de Estado da Saúde- SESA, por meio da Diretoria de Atenção e Vigilância em Saúde – DAV e da Coordenação de Vigilância Ambiental, técnicos da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações, em parceria com a 20ª Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde de Assis Chateaubriand e com a colaboração da 10ª Regional de Saúde - Cascavel, foi iniciado o projeto que será realizado nos próximos 7 meses.

O Secretário de Saúde do município Fabio Fantin Camilo, destaca que nos próximos dias as pessoas que passarem pelo campo santo, irão observar que em alguns pontos do cemitério vai ter como se fosse mesmo um cercado. “Nós separamos alguns túmulos de forma aleatória dentro do cemitério, com a equipe da SESA, junto com nossa equipe de vigilância sanitária, onde visitaram todo o espaço para definirem estes pontos para o desenvolvimento do projeto. O escorpião está por todo o cemitério, então foram definidas seis áreas de forma aleatória e vamos delimitar os pontos com um cercado para que o estudo possa ser realizado. As pessoas podem passar por cima do cercado, fazer visitas, limpar, pode continuar da mesma rotina que sempre foi, mas que preserve o cercado para que não interfira no estudo”, salientou Camilo.

Conforme o biólogo Emanuel Marques da Silva, da Divisão de Vigilância de Zoonoses e Intoxicações da SESA - DVVZI, “O objetivo é avaliar o impacto de quais ações de manutenção no entorno dos jazigos terão maior efeito sobre a diminuição da população de escorpiões dentro do cemitério. Nós vamos melhorar a estrutura ao lado dos túmulos fechando as frestas, ou seja, fechando o abrigo ou a casinha que o escorpião tem, onde se escondem, são muitas frestas no cemitério e muitos alimentos principalmente as baratas. Então o nosso objetivo é fazer em algumas áreas as correções e em outras áreas não vamos fazer, com isso vai ser comprovado se essas correções estão realmente sendo eficazes para diminuir a proliferação do escorpião naquela área, e por isso que ela tem que ficar totalmente delimitada”, explicou Emanuel

O Ministério da Saúde através do conhecimento dos trabalhos virá ainda este ano no primeiro semestre em Assis Chateaubriand, onde será realizado um treinamento para profissionais de todas as Regionais de Saúde do Estado, sobre o controle de escorpiões devido ao trabalho de qualidade que vem sendo desenvolvido no estado do Paraná, e atualmente pela 20ª Regional Toledo e pela prefeitura de Assis Chateaubriand.

Para finalizar, Emanuel lembrou à população que é extremamente importante a remoção dos abrigos que os escorpiões têm nas suas casas. “A remoção dos entulhos, a organização do seu quintal é muito importante, estamos fazendo um trabalho agora no cemitério, mas nas casas das pessoas a função principal é de a população corrigir os substratos, os esconderijos, as casinhas que os escorpiões podem ter no seu quintal”, finalizou o biólogo.

 A questão dos escorpiões no cemitério é uma preocupação do prefeito Valter Aparecido Souza Correia, Valtinho. “O município é parceiro nesse projeto piloto, pois assim o estudo poderá ajudar não somente Assis Chateaubriand, mas também outras cidades que enfrentam a mesma dificuldade. Não temos medido esforços para minimizar o problema e agora com esse projeto queremos trazer melhoria para o cemitério e trazer benefícios também para a população, pois o risco de um acidente com esses animais é eminente”, disse o prefeito Valtinho.

 

 

 Galeria de Fotos

 Veja Também

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 12:00 - 13:30 às 17:30.

Última atualização do site:   //